terça-feira, 17 de novembro de 2009

A PornoChanchada

"De todas as taras sexuais, a abstinência é a mais estranha de todas elas" - Millor Fernandes

A Pornochanchada é um dos movimentos cinematográficos brasileiros de maior sucesso. Dele, nasceu grandes sucessos de bilheteria, como "Toda Nudez Será Castigada", "A Dama do Lotação", "O Homem Bem Dotado" e o filme que mais levou brasileiros ao cinema, "Dona Flor e Seus Dois Maridos", inspirado no romance de Jorge Amado. O Brasil, talvez, foi o único país a dar tanta fama ao seu SoftPornô.

Chanchada referia-se a filmes inspirados nos grandes musicais hollywoodianos da década de 50, somada as comédias pastelão do jeitinho brasileiro. Duas décadas depois, várias pitadas de erotismo foram adicionadas a estas películas e, então, surge a PornoChanchada. A mistura do sucessos era colocar gente conhecida, abusar dos
seios de mulheres ingênuas e nádegas de marmanjos com cara de cafajestes.

Muitos foram os atores que ficaram famosos devido a este movimento cinematográfico. Nomes como Nuno Leal Maia (O Pasqualete, lembra?), Vera Fischer, Sonia Braga, Cláudia Horrana, Regina Casé, Cláudia Raia, Marcos Frota e até mesmo a Rainha dos Baixinhos, Xuxa Meneghel. Bom todo mundo aqui já deve ter visto um trecho do filme "Amor, Estranho Amor", onde Xuxa, com 16 anos, faz uma cena de sexo com um menino de 12 anos. O filme contou com a participação de nomes como Tarcisio Meira e Vera Fisher.
Agora você deve estar perguntando-se: Em uma época de repressão política e censura extrema, na Ditadura militar, como eram permitidos estes tipos de filmes?
A resposta é simples: Ajuda mútua. Vários estudantes estavam descontentes com as eleições indiretas e, para calá-los, o governo queria mostrar avanço da tecnologia e entretenimento. Para isso, foi criada uma cota de exibição de filmes por ano. A Pornochanchada, com a produção de custo baixo e alto retorno lucrativo, produzia centenas de filmes que levavam milhões de pessoas ao cinema. Para não desagradar o público conservados, medidas de 'censura' eram impostas, como não evidenciar as
genitálias, pelos pubianos e sexo explicito. Além disso, todos os títulos eram de duplo sentido, como "A Mulher que se Disputa", "Elas São Do Baralho" e "Quando Abunda, Não Falta", ou seja, a maldade está na cabeça de quem interpreta os títulos.
Sua decadência ocorreu por dois motivos: A cota cultural do governo deixou de existir e a entrada de filmes pornôs hardcore internacionais colocou o pornôzinho brasileiro no escanteio.

Mesmo sendo considerado a "Idade das Trevas" do Cinema Brasileiro e responsabilizada por caracterizar nosso cinema como repleto de pobreza, palavrões e mal-acabado, foi representativo e instituiu grandes nomes da cultura brasileira. Sexo é bom e é útil até na censura, mas ainda assusta. Fiz um seminário na faculdade sobre a Pornochanchada e, durante a exibição de trechos de filmes (Apenas com insinuação de Sexo e nudez), as risadinhas e expressões assustadas lotavam a sala. Por isso distribuimos camisinhas no final da apresentação. Não há melhor anti-stress, anti-depressão e emagrecedor. Se o sexo vicia, vamos morrer de overdose.

Quadro Massaroca 57 - Programa Metrópolis, Cultura

Por Cláudio_DeLarge

7 comentários:

Rafael Aurichi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Esqueceu de citar Maitê Proença, que era justamente a Dama da Lotação. Filmaço!! rs

Rafa.

[ Feehshionist ] disse...

huahuaha não sabia qu existia um filme chamado a "a dama da lotação." conhecia apenas um shot-film intitulado "A mona do Lotação" que é super engraçado e tem varios outros titulos inclusos no YOUTUBE.

Fernando disse...

Pena que hoje a pornochanchada fica só na internet. Hehehe!

Fátima Jaguanharo disse...

Só posso dizer que esse trabalho ficou 100000000000000000. Vc e seus amigos do grupo tem enorme talentooooooooooooo.
Parabéns...e Sucesso!
Aliás, a você, meu anjo querido, peço a Deus sempre tudo de melhor na vida, pq vc é um filho maravilhoso!!
Te amoooooooooooo D+!

Cypher disse...

Realmente você tem muito taleto, descobri este blog, mais ja li uns 12 comentarios e assutos que você esteve a postar, e concordo plenamente, eu tenho 17 anos e ainda não sou assumido, mais pretendo cedo ou tarde fazer e espero conseguir.
Concordo extamente com tudo que você ja tenha postado, pelo menos os que li estavão exelentes.
Parecem pouco com um poema que criei a 2 anos.
Que fala, 'o homen não é definido por sua sexualidade, é definido pelo carater e por seus atos'.
Acho que o mundo deveria ter mais de você, nao pelo fator 'beleza'e sim pelo fato de conhecer a vida e saber seus pontos fortes...
Parabéns seu trabalho é exelente!!!
Continue assim, porque ser homosexual não é so sexo é também, ter o direito de amar!

Cláudio DeLarge disse...

Chyber, estou felicíssimo com o seu comentário. Tanto pelos seus elogios que absorvi muito orgulhoso quanto por ajudar-lhe de alguma forma.
Um grande beijo e, caso você veja esse comentário, mande-me seu MSN.
:)